Apresentação

O Meliponário Tapajós foi fundado no final de 2012. O surgimento foi por acaso, a partir da necessidade de se instalar uma caixa de correio embutida no muro.

No local adequado para instalação foi verificado que moravam abelhas que supostamente achava ser da variedade Jataí. E foi assim que confeccionei a minha primeira caixa rústica para transferir as abelhas órfãs.

caixa_veia

Sem nunca ter estudado o assunto ou tido qualquer prática não podia imaginar a grande variedade de espécies de abelhas nativas sem ferrão que o Brasil dispõem. Pautado por uma pesquisa rápida na internet pude notar que as abelhas que deram origem ao manejo eram pretas e um tanto desengonçadas para entrar na cólmeia. Fiz uma nova pesquisa e descobri que se tratavam de abelhas Írai. A partir de então, com mais horas de pesquisa e estudo, fiz uma caixa melhor para transferir as abelhas.

Nesse meio tempo comprei 2 cólmeias (Jataí e uma variedade que ainda não tenho certeza, talvez Jandaíra Mirim Guaçu) de um produtor que mora próxima ao meu meliponário.

No carnaval de 2013, após adquirir caixas de abelhas padrão INPA, confeccionadas por um especialista no assunto, transferi minhas Írais para a nova caixa (a terceira) e resolvi registrar o dominio e inaugurar esse site no intuito de tornar manejo com as abelhas algo mais organizado.

duas_caixas

A esquerda a caixa rústica e a direita a caixa nova padrão INPA com as Irais transferidas.

caixa_nova

Acima a caixa INPA no seu lugar definitivo. O enxame em (13/03/2013) já está estabilizado e forte. Creio que dentro de dois meses já será possível tirar mel ou realizar a divisão da colméia.