Registro do curso “A prática da Meliponicultura como hobby”.

O curso ocorreu no sábado dia 30/05/2015. O clima estava agradável e favorável para as demonstrações das espécies de abelhas nas dependências do meliponário.

A primeira parte do curso ocorreu de forma teórica explicando os principais conceitos sobre meliponicultura e mostrando como esse tipo de atividade pode ser benéfica para o ser humano. Como observou a participante Eunice “Criar abelhas sem ferrão só tem aspectos positivos”.

c_01
O curso teórico foi dividido em: Apresentação Geral; Aspetos gerais dos Meliponíneos; Características das Espécies Jataí, Mandaçaia, Mandaguari e Uruçu Amarela, Técnicas de divisão de enxames; Tipos de caixas racionais; Como elaborar iscas e Pasto Apícola.

c_02

Entre as dicas expostas, foi explicada em detalhes a técnica do Prof. Aidar que estabelece notas para possibilitar avaliação e divisão de enxames da espécie Mandaçaia. Também foi mostrado o mapeamento do entorno do meliponário com identificação dos hectares de Mata Nativa, cálculo da quantidade de enxames para manejo racional na região e Calendário do Pasto Apícola local.

c_03

Depois da exposição teórica paramos para um pequeno intervalo para saborear o café da tarde. A segunda parte do curso foi prática, os participantes puderam observar os tipos de caixas racionais com demonstrações práticas, as colmeias na prateleira, examinar o interior das mesmas, presenciar as campeiras de um enxame forte de mandaçaia fazendo a defesa do ninho.

c_04

Foi possível também demonstrar como montar caixa isca, como confeccionar propólis de Jataí e Mandaguarí e degustar o mel da abelha Mandaçaia (Melipona Quadrifasciata Anthidioides) e da Bugia (Melipona Mondury). O curso não foi apenas um monólogo, a discussão dos assuntos, o contato direto com as abelhas e equipamentos,  a observação das plantas, sementes, e iscas instaladas é algo que faz a diferença e torna a experiência completa. No final, foi oferecido aos participantes algumas mudas e sementes de plantas que atraem abelhas sem ferrão.

Abaixo, uma foto de uma Mandaçaia em uma flor de Margaridão no Meliponário.

c_06

Para os próximos cursos foi preparado um formulário de cadastro e disponibilidade de datas para atender os que se interessam em conhecer melhor esses maravilhosos seres vivos.

Lembrando que o curso acontece sempre no sábado, em Vinhedo, com duração média de quatro horas e custo de 120$.

Mais detalhes sobre o próximo curso, acesse:

Curso: A prática da Meliponicultura como hobby.

 

As vagas são limitadas!