Entrada intercambiável de material reciclável.

Todo Meliponicultor sempre tem a mão sobras de madeira proveniente da confecção de caixas e tem ou encontra com facilidade garrafas pet das mais diversas: água, refrigerante, suco, etc. Alguém acabou juntando essas duas coisas para formar um apetrecho interessante para o manejo de abelhas, em especial, a Mandaçaia. Chamo ele aqui de: “Entrada intercambiável de material reciclável”.

Não sei precisar a origem, mas lembro, em especial, de ter visto imagens da invenção no blog do criador Lúcio Pivoto e no facebook do Castorino Carvalho, que faz uso do dispositivo em iscas para Mandaçaia e depois transfere para a caixa junto com o enxame, tendo a vantagem de ter a entrada formada de geopropolis intacta.

Resolvi colocar o dispositivo pela primeira vez em prática por dois motivo: a reciclagem e a facilidade de intercâmbio que o sistema permite. No processo de reciclagem, a vantagem é reaproveitar parte de garrafas pet, pois o bocal delas tem em sua maioria um diâmetro comum e reaproveitar restos de madeira. A vantagem de se intercambiar as entradas entre as caixas é rosquear o cone “virgem” em uma caixa forte, deixar com que confeccionem a entrada e depois retirar e rosquear essa entrada em um enxame novo ou fraco. Acredito que esse sistema pode substituir o tradicional túnel de entrada feito de madeira, inclusive, pois acaba formando um túnel perpendicular a entrada da caixa de cerca de 5cm. Ou seja, uma entrada intercambiável pode fornecer proteção contra predadores como lagartixa, forídeos, formigas, facilitar a recuperação de enxames e ajudar nas divisões de enxames.

Abaixo os primeiros três passos para confeccionar o dispositivo.
entrada_01

Usando uma cola com secagem rápida é possível deixar essa parte pronta em poucas horas, podendo até fixar em uma caixa com enxame já instalado no mesmo dia. Repare na foto que a parte branca é a cola, optei por deixar a tampa um pouco saliente em relação ao nível da madeira.

entrada_0222

Abaixo os passos finais para confecção e instalação da entrada intercambiável.

entrada_03

Por fim, uma foto da entrada instalada e com um dia de uso em um enxame matriz de Mandaçaia MQA do Meliponário. Perceba que elas fizeram a entrada com muita eficiência em cerca de 24 horas, a dica é que além de usar um enxame com boa população de abelhas, o clima ajuda, nessa caso o dispositivo foi fixado propositadamente em um dia chuvoso, como a prateleira fica em um local com chão de terra a oferta de barro foi providencial. No detalhe as aperárias trabalhando na confecção da entrada.

img_04

Abaixo uma imagem mais distante da entrada instalada na caixa.

entrada_00

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

* Please enter the Characters - [Case Sensitive]