Lei sobre proteção de Abelhas Nativas é promulgada em Vinhedo.

A Lei que dispõe sobre o resgate, a captura e a remoção de abelhas silvestres nativas visando à sua proteção no município de Vinhedo idealizada por Gustavo Lassala, criador de abelhas nativas em Vinhedo, assessorada pelo advogado ambiental e meliponicultor, Hussein Jaruche Neto, apoiada, assessorada e apresentada pelo Vereador Rodrigo Paixão na Câmara de Vinhedo em 22/05/2017, foi promulgada hoje, 29/06/2017, pelo prefeito Jaime Cruz por meio do Boletim Municipal.

Lei n.º 3.758, de 13 de junho de 2017
http://www.vinhedo.sp.gov.br/download/ano-7-edicao-352-29-de-junho-de-2017/

É largamente conhecido que as abelhas nativas sem ferrão tem um importante trabalho para viabilizar 1/3 dos alimentos que consumimos, no equilíbrio dos ecossistemas e preservação da biodiversidade. Podendo ser manejadas racionalmente para preservação, educação ambiental, retirada de insumo, como animal de estimação sem qualquer risco para saúde e por qualquer pessoas em qualquer fase da vida pois não apresentam riscos por possuírem ferrão atrofiado.

O projeto de Lei tem uma característica singular e promove Vinhedo como referência na proteção desses importantes insetos pois como é sabido as abelhas vem sofrendo desaparecimento e morte em massa devido ao uso indiscrimado de agrotóxicos e ações predatórias do homem.

Gostariamos de agradecer os meliponicultores que também apoiaram essa empreitada: Gabriel Sterzeck de Vinhedo, Névio Savieto de Jundiaí e Jean Locatelli de Santa Catarina.

Referências:

Em Sessão com interrupções, Câmara aprova projeto de proteção a abelhas silvestres nativas

Em Sessão com interrupções, Câmara aprova projeto de proteção a abelhas silvestres nativas

Vídeo com discurso do Vereador Rodrigo Paixão sobre o projeto de Lei

Vídeo editado pela TV Câmara, mostrando a importância das abelhas nativas.

 

 

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

* Please enter the Characters - [Case Sensitive]